CAPITALISMO DEPENDENTE, CLASSES SOCIAIS E O SERVIÇO SOCIAL BRASILEIRO: O DILEMA DA AMÉRICA LATINA EM INTERFACE COM O PROJETO ÉTICO POLÍTICO PROFISSIONAL

Autores

  • AILA FERNANDA DOS SANTOS
  • SHIRLENY DE SOUZA OLIVEIRA
  • FELIPE DE OLIVEIRA QUEIROZ
  • ALAN DE LOIOLA ALVES
  • BRENDA SOARES RODRIGUES

Resumo

Resumo: O presente artigo realiza um resgate do pensamento de Florestan Fernandes, baseado nas contribuições trazidas por sua obra “Capitalismo dependente e classes sociais na América Latina”, com o intuito de compreender as condições da América Latina e, a partir desses elementos, pensar a particularidade do Projeto Ético Político do Serviço Social brasileiro. Com o suporte de uma revisão teórica bibliográfica, a proposta em tela justifica-se pela necessidade de situar a relevância do projeto ético-político profissional, num contexto que confere ao Serviço Social brasileiro particularidades específicas próprias da formação sócio-histórica da América Latina.

Palavras-chave: Capitalismo dependente; Serviço Social; Projeto Ético-Político.

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Comunicações orais - Serviço Social, Fundamentos, Formação e Trabalho Profissional