MULHERES NEGRAS, RACISMO ESTRUTURAL E RESISTÊNCIAS

  • DAIANE DAINE DE OLIVEIRA GOMES
  • ELANE MENDONÇA CONDE CARNEIRO
  • MARIA ZELMA DE ARAUJO MADEIRA

Resumo

Resumo: Este estudo objetiva dar visibilidade a realidade social vivenciada por mulheres negras no processo sociohistórico brasileiro considerando a articulação entre o racismo estrutural, o sexismo e o capitalismo. Destacamos o que sofreu ruptura e o que se repõe em uma sociedade de passado escravista e ranço patriarcal. Por meio de pesquisa bibliográfica e documental analisamos dados sobre violência e violações de direitos contra as mulheres negras demonstrando a funcionalidade dessas opressões e exploração para a reprodução do capitalismo. Contudo, são múltiplas as resistências exercidas pelas mulheres negras na cena contemporânea que nos permitem vislumbrar mudanças sociais concretas.

Palavras-chave: Mulheres negras; Racismo estrutural; Resistências.

Publicado
2019-05-21
Seção
Comunicações orais - Serviço Social, Relações de Exploração/Opressão de Gênero, Raça/Etnia, Sexualidades