PERCEPÇÕES DE UMA PEDAGOGA INICIANTE SOBRE SEU PAPEL: RELATOS E DIÁLOGOS – FENOMENOLÓGICOS

  • Isabel Cristina Dose Lage de Almeida
  • Vitor Gomes

Resumo

A relevância do estudo configura-se na percepção que, no chão da escola, existem questões que exigem outros saberes/experiências necessários para a constituição de minha identidade como pedagoga. Neste sentido, compreendendo que diversas questões precisam ser (des)veladas e refletidas,  uma pesquisa que busca o entendimento dos desafios e tensões que envolvem o cargo de pedagoga(o) através das narrativas sentidas auxiliará no (re)velamento da essência do fenômeno que almejamos descrever e, desta forma, contribuir para saberes/fazeres que potencializem a compreensão de como se  constrói a identidade do que é ser pedagoga(o) diante dos atravessamentos adversos. Neste artigo, iniciando nosso estudo, objetivamos refletir sobre o papel multifacetado do coordenador pedagógico baseado nas teorias de Domingues (2014). Metodologicamente buscamos realizar um estudo fenomenológico-autobiográfico para expor o vivenciado(fenomenologia eidética) no cargo. 
Edição
Seção
Eixo 4 - Políticas de formação, valorização e condições de trabalho dos profissionais da educação