INCLUSÃO ESCOLAR NO IFES – CAMPUS VENDA NOVA: RELATO DE EXPERIÊNCIA PELA VIA DO ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO E DO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO (AEE)

  • Sirlei Ferreira da Silva Goularte

Resumo

Apresenta relato de experiência sobre uma mediação pedagógica realizada pela pedagoga, responsável pelo acompanhamento pedagógico de um aluno com necessidades específicas (cegueira), juntamente com as professoras do AEE. Buscou refletir sobre o processo de inclusão e o percurso formativo do aluno no Ifes de Venda Nova, envolvendo seus professores e profissionais dos setores do ensino. Realizou-se um levantamento com os docentes, as professoras do AEE, o aluno cego e sua turma quanto as demandas percebidas para o atendimento e trabalho adequado, visando à inclusão escolar e o êxito acadêmico. A ação pedagógica foi organizada em dois momentos. Inicialmente, o aluno cego conduziu a atividade, propondo que os participantes do encontro vivenciassem como é ser um não vidente. No segundo momento, a pedagoga e as professoras do AEE refletiram com todos sobre o processo de inclusão escolar. Foi ressaltado a importância da empatia e do acolhimento na relação professor regente, professoras do AEE, aluno cego e demais alunos da turma. A mediação realizada contribuiu para melhor compreensão das necessidades educativas do aluno cego, a criação de novas estratégias para a condução do processo de ensino no contexto da sala de aula, bem como maior aproximação do aluno cego com os servidores.

Edição
Seção
Eixo 5 - Políticas de educação, diferenças e inclusão