Desmedida - Viagens afetivas pelo sertao

Karina Bersan Rocha

Resumo


Em DESMEDIDA, Ruy Duarte de Carvalho propõe um roteiro de viagem baseado em percursos reais e imaginários. Nesse itinerário, o narrador constrói uma possibilidade de leitura do Brasil – percorrendo “as paisagens de Guimarães Rosa, o baixo São Francisco, encostando esses lugares nos sertões euclidianos” – pelo olhar estrangeiro e com a pauta da afetividade, de quem busca aproximações entre o que está “lendo” na viagem e sua própria realidade. É esse movimento narrativo que pretendemos analisar.

Palavras-Chave: Ruy Duarte de Carvalho, sertão, linguagem polifônica


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.