O CORPO NEGRO PERIFÉRICO E A POÉTICA GINGADEIRA NO LIVRO "REZA DE MÃE'", DE ALLAN DA ROSA

Luciana Marquesini Mongin

Resumo


Resumo: No livro Reza de Mãe (2016), de Allan da Rosa, elementos culturais da diáspora negra são postos em diálogo com referências culturais da periferia urbana, reelaborando outros modos de ser negro nas grandes cidades contemporâneas. Fundamentado pelos estudos, principalmente, de Stuart Hall e de Paul Gilroy, este trabalho analisa a escrita literária do autor e seu movimento de registro de memória e de inscrição de outras estratégias estéticas por meio de uma poética gingadeira, resultante das reapropriações e reelaborações de referências culturais diaspóricas no espaço urbano periférico

.
Palavras-chave: Periferia; Literatura Marginal Periférica; Literatura Afro-brasileira; Identidade Cultural.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.