Heterodoxia

Gabriela Clemente de Oliveira

Resumo


Na condição de artista – professora - pesquisadora tenho me interessado em investigar as relações possíveis entre arte e tecnologia, com atenção especial voltada para a plataforma YouTube. Sabemos que a arte teve “suas fronteiras ampliadas a partir das transformações tecnológicas, sua reprodutibilidade proporcionou mudança radical em seu próprio conceito e apresentou novas formas de expressão, bem como novas possibilidades de recepção” (OLIVEIRA, 2017. Pág. 677). Não é mais possível pensar arte na contemporaneidade sem associação com a revolução tecnológica, o YouTube por exemplo, considerado a maior plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo é parte dessa transformação e tem dialogado diretamente com produções artísticas na atualidade. Nessa busca para estabelecer relações entre arte contemporânea e revolução tecnológica, desenvolvi um ensaio visual que parte da apropriação de fotografias da artista Daiane Arbus e de comentários feitos em vídeos sobre personalidades políticas no Brasil, para criar uma nova imagem, atemporal, tentando mostrar que assuntos que foram de interesse da artista na segunda metade do século XX nos Estados Unidos, encontram-se em plena atualidade em países como o Brasil. Depois de assistir a diversos vídeos no YouTube, sobre personalidades políticas no Brasil e ler os comentários de alguns usuários,  entendi que reflexões visuais em torno da  heterodoxia, se faz urgente.


Palavras-chave


Arte Contemporânea; YouTube; Heterodoxia

Texto completo:

PDF

Referências


I PHOTO CHANNEL. Daiane Arbus a fotografa da representatividade. . Acesso em 09/10/2018.

MAMÃE FALEI. Manuela D’Ávila em 40 segundos. Disponível em: . Acesso em 09/10/2018.

MÍDIA NINJA. Campanha de mulheres/ Duda Salabert-500. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=htNiasbeCeO . Acesso em 09/10/2018.

OLIVEIRA. Gabriela Clemente. Teoria da recepção: reflexões sobre comentários em vídeo voltado para professores de arte no YouTube. Anais do XXVII Congresso nacional da federação de arte/educadores do brasil. V Congresso Internacional dos arte/educadores. II Seminário de cultura e educação de mato grosso do sul. Campo Grande/MS, 2017. Pág. 677 a 688.

PONTE JORNALISMO. Mônica e Marielle: uma história de amor interrompida. Disponível em: . Acesso em 09/10/2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.