“A CARTOMANTE” NO PLANO DO JOGO INDICIÁRIO

Jorge Evandro Lemos Ribeiro

Resumo


Este trabalho se dedicará a analisar o conto “A cartomante” de Machado de Assis a partir da tradução de sinais segundo Carlo Ginzburg. Por isso, antes de chegarmos ao objeto principal, vamos discorrer ainda sobre dois textos literários que nos servirão como base ilustrativa ao falarmos do leitor indiciário. Um deles trata-se de uma narrativa judaica cujo personagem principal é um hassid, o outro é a respeito do personagem Zadig criado por Voltaire.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Contexto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.