A variação nós e a gente na posição de sujeito na fala de crianças da cidade de Maceió/AL

Elyne Giselle de Santana Lima Aguiar Vitório

Resumo


Descrevemos e analisamos as realizações dos pronomes nós e a gente na posição de sujeito na fala de crianças da cidade de Maceió/AL. Para tanto, seguimos os pressupostos teórico-metodológicos da Teoria da Variação e Mudança (LABOV, 2008 [1972]), associados a estudos linguísticos sobre a representação da primeira pessoa do plural (OMENA, 1996; 2003; LOPES, 1998, 2004, 2012; ZILLES, 2007). Para a descrição e análise dos dados, não só recorremos ao banco de dados do Projeto LUAL e analisamos uma amostra sincrônica composta da fala de 64 crianças, como também utilizamos o programa GOLDVARB X para a análise estatística dos dados. De acordo com os dados analisados, obtivemos um percentual de 83% de a gente contra 17% de nós, sendo essa variação condicionada pelas variáveis marca morfêmica, paralelismo formal, preenchimento do sujeito e sexo.


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista (Con) Textos Linguísticos


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.