VARIAÇÃO PRONOMINAL NÓS/A GENTE EM CONCÓRDIA - SC: O PAPEL DOS FATORES LINGUÍSTICOS E SOCIAIS

Lucelene Teresinha Franceschini

Resumo


O presente estudo tem por objetivo apresentar uma análise da variação pronominal nós/a gente em Concórdia – SC, destacando as variáveis linguísticas e sociais selecionadas como mais significativas no uso dessas formas pronominais. Este estudo está apoiado, especialmente, nos pressupostos da Teoria da Variação e Mudança Linguística, delineada por Weinreich, Labov e Herzog (2006 [1968]) e Labov (2008 [1972]), que leva em consideração a influência de variáveis linguísticas e sociais no condicionamento do uso das formas em variação. A pesquisa foi efetuada a partir de uma amostra de 24 informantes, distribuídos por sexo/gênero, duas faixas etárias (26 a 45 anos e 50 anos ou mais) e três níveis de escolaridade (fundamental I, fundamental II e ensino médio). Os resultados apresentados foram obtidos através da análise de um corpus com 1553 ocorrências dos pronomes nós/a gente: 783 casos de a gente e 770 de nós, o que corresponde a um percentual de aproximadamente 50% para cada um dos pronomes. Esses resultados frequenciais foram confrontados com os pesos relativos obtidos com o emprego do pacote de programas estatísticos VARBRUL (PINTZUK, 1988). 


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista (Con) Textos Linguísticos


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.