MOVIMENTOS SOCIAIS E O DEBATE SOBRE A COMUNICAÇÃO NA ATUALIDADE

  • Célia Barbosa da Silva Pereira Pereira Universidade Federal do Espírito Santo - Vitória (ES)

Resumo

Este artigo resulta de uma pesquisa qualitativa que visa conhecer como movimentos sociais feministas consolidados têm se apropriado das tecnologias da informação e comunicação (TICs)como ferramentas para realizar seus processos de mobilização e divulgação. Busca verificar a proximidade com uma tendência movimentalítica anunciada com a eclosão de protestos massivos e movimentos sociais a partir de 2011 que centraliza as TICs. Ainda que essas sejam reconhecidas como meios importantes pelos movimentos feministas pesquisados não são centrais e nem substituem mecanismos tradicionais de mobilização e divulgação, tais como contato pessoal, telefônico e distribuição de panfletos. Ademais as TICs são apropriadas por esses movimentos, levando em conta as potencialidades e limitações delas.

Biografia do Autor

Célia Barbosa da Silva Pereira Pereira, Universidade Federal do Espírito Santo - Vitória (ES)
Doutora em Política Social pela Universidade Federal do Espírito Santo. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Movimentos e Práticas Sociais da Ufes (NEMPS/Ufes). 
Publicado
2019-06-25
Seção
Mesa Coordenada Movimentos sociais e a práxis midiática na internet: experiências e contradições