A OPRESSÃO RACIAL E OS RETROCESSOS DA DEMOCRACIA NO BRASIL CONTEMPORÂNEO

  • Gustavo Gonçalves Fagundes

Resumo

Para esta análise, leva-se em consideração o caráter dependente da formação capitalista na América Latina e suas expressões na contemporaneidade em especial, frente a conjuntura de retrocessos no âmbito da democracia brasileira. Além disso, o artigo tem como objetivo expor como o mito da democracia racial se expressa das mais variadas formas no cotidiano brasileiro. Apresenta a opressão racial como intrínseca ao capitalismo e demonstra como o mito da democracia racial cumpre um papel fundamental para essa relação. Mas que apesar disso, os negros e negras tem a possibilidade de conseguir romper com o ideal de branqueamento e assumir sua negritude por meio do processo de autodeclaração racial.

Palavras-chave: Democracia; Capitalismo dependente; Opressão; Racismo; Autodeclaração racial.

Publicado
2019-06-25
Seção
Comunicações Orais - Classe social, gênero, raça, etnia e diversidade sexual