SERVIÇO SOCIAL E SINCRETISMO: A ATUALIDADE DO DEBATE

  • Mônica Freitas Ferri

Resumo

O sincretismo é um traço constitutivo da profissão, contudo, a compreensão deste traço não pode estar dissociado das relações sociais estabelecidas na sociedade burguesa e das estratégias adotadas para conservação da ordem capitalista. Este artigo discute o sincretismo do Serviço Social apresentando sua manifestação na trajetória profissional e os desafios para a materialização do projeto ético-político profissional. Compreende o significado sócio histórico da profissão na sociedade capitalista consolidada e madura e as exigências decorrentes dessa profissionalização. Recoloca os desafios postos hoje para o Serviço Social no intento de romper com o conservadorismo tradicional e construir e efetivas alternativas que correspondam à direção expressa no projeto ético-político da profissão.

Palavras-chave: Serviço Social; sincretismo; projeto profissional.

Publicado
2019-06-25
Seção
Comunicações Orais - Serviço social: fundamentos, formação e trabalho profissional