TRABALHO, MERCADO DE TRABALHO E AUTONOMIA RELATIVA DO ASSISTENTE SOCIAL

  • Carlos Antonio de Souza Moraes
  • Gabriela Mendes Moreira Schocair

Resumo

O artigo problematiza a autonomia relativa do assistente social a partir do debate do mercado de trabalho e do trabalho profissional. Para tanto, optou-se pela pesquisa exploratória e de caráter bibliográfico. Os resultados apontam para ampliação precarizada do mercado de trabalho profissional nos anos 2000 e que as tensões entre projeto de profissão e condição assalariada impactam no movimento de (des) construção cotidiana de sua autonomia, possibilitando se referir ao favorecimento de uma autonomia permitida e incentivada, desde que em condições de controle pelos empregadores.

Palavras-chave: Mercado de trabalho do assistente social; Trabalho do assistente social; Condição assalariada; Projeto ético e politico professional; Autonomia relative.

Publicado
2019-06-25
Seção
Comunicações Orais - Serviço social: fundamentos, formação e trabalho profissional