TRANSFORMAÇÕES SOCIETÁRIAS E IMPLICAÇÕES AO ASSISTENTE SOCIAL COMO TRABALHADOR/A ASSALARIADO

  • Jefferson Franco Rodrigues
  • Vera Lucia Batista Gomes

Resumo

O artigo analisar as relações e condições de trabalho dos/as assistentes sociais que trabalham na política de saúde. Tem por base uma revisão bibliográfica, pesquisa documental e uma pesquisa empírica com os/as assistentes sociais. Trata-se de uma pesquisa quanti-qualitativa, cujos dados obtidos na mesma foram analisados com base na teoria social crítica marxista a partir do método materialismo histórico-dialético. Os principais resultados deste estudo revelaram que, na atualidade, a crise do capitalismo, sob a égide do capital financeiro e da adoção das ideias neoliberais tem conduzido ao aprofundamento do desmonte das políticas sociais e de intensificação, exploração e precarização do trabalho, na medida em que incidem nas relações/condições de trabalho dos/das assistentes sociais.

Palavras-chave: Trabalho; Assistente Social; Precarização; Saúde.

Publicado
2019-06-25
Seção
Comunicações Orais - Serviço social: fundamentos, formação e trabalho profissional