Classificação e recepção em Tem uma lua na minha janela, de Andréia Delmaschio

  • Flora Viguini do Amaral Ufes

Resumo

Balizado por sistemas de classificação subjacentes, o livro chega ao leitor com algumas marcas. As intenções implícitas a essas leituras são determinadas, geralmente, por um sistema que classifica as edições e controla sua recepção. A proposta neste trabalho é discutir como o livro Tem uma lua na minha janela (2015), de Andréia Delmaschio, foi categorizado por leitores como infanto-juvenil no que tange à editoração e à diagramação. Para tanto, uma pesquisa foi realizada por meio de questionário com a finalidade de identificar as opiniões daqueles que leram a obra. Além disso, serão necessárias as contribuições de Pierre Bourdieu, Regina Zilberman, entre outros autores.

PALAVRAS-CHAVE: Literatura para crianças e jovens – Andréia Delmaschio. Andréia Delmaschio – Tem uma lua na minha janela. Tem uma lua na minha janela – Recepção e Classificação.

 

ABSTRACT: Underpinned by underlying classification systems, the book reaches the reader with some marks. The implicit intentions of these readings are generally determined by a system that classifies edits and controls their reception. The purpose of this paper is to discuss how Andréia Delmaschio's book Tem uma lua na minha janela (2015) was categorized by readers as children and youth in terms of publishing and layout. Therefore, a survey was conducted through a questionnaire to identify the opinions of those who read the book. In addition, the contributions of Pierre Bourdieu, Regina Zilberman, among other authors will be necessary.

KEYWORDS: Literature for Children and Youth – Andréia Delmaschio. Andréia Delmaschio – Tem uma lua na minha janela. Tem uma lua na minha janela – Reception and Classification.

Biografia do Autor

Flora Viguini do Amaral, Ufes

Doutoranda em Letras pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Publicado
2020-01-10
Seção
Especial: Literatura para crianças e jovens