MULHERES QUE RIMAM: narrativas femininas no movimento hip hop

  • Carolina Sampaio Universidade Federal do Espírito Santo
  • Mônica Vermes

Resumo

Este artigo nasce de uma pesquisa de mestrado, que se encontra em fase de

levantamento bibliográfico, com o objetivo analisar o rap enquanto forma de

comunicação contra-hegemônica na promoção de políticas feministas e de

ressignificação dos papeis sociais.

Publicado
2019-10-09