MUTAÇÕES NOS JORNAIS: jogo de espelhos na imprensa capixaba

  • Weber Kirmse Caldas Universidade Federal do Espírito Santo
  • Edgard REBOUÇAS Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar as mutações pelas quais os veículos e, consequentemente, as redações e as empresas estão passando para se manterem relevantes no mercado. Para a execução deste trabalho, foi necessário delimitar um território político-geográfico, um espaço controlado no qual se exerce uma relação de poder (HAESBAERT, 2011, p.40). Optou-se pelo Espírito Santo, onde se encontram dois jornais de relevância história, que passam por crises e transformações semelhantes às de outros impressos ao redor do mundo e, em função disso, serviram como objeto de estudo desta pesquisa: A Gazeta e A Tribuna, jornais que, em 2018, completaram 90 e 80 anos de existência, respectivamente.

Referências

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução: Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985

ANDERSON, C. W., BELL, Emily, SHIRKY, Clay. Tradução: Ada Félix. Jornalismo pós-industrial: adaptação aos novos tempos. In: Revista de Jornalismo ESPM. Ano 2, n.5. Abr/Mai/Jun.2013 (p. 30-89)

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 3.ed. Lisboa: Edições 70, 2006

DIZARD, Wilson. A nova mídia: a comunicação de massa na era da informação. Trad. Edmond Jorge. 2.ed. Rev. e atualizada. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2000

DOYLE, Gillian. Understanding media economics. Londres: Sage, 2002

HAESBAERT, Rogério. O mito da desterritorialização: do fim dos territórios à multiterritorialidade. 6.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011

MEYER, Philip. Os jornais podem desaparecer? Como salvar o jornalismo na era da informação. São Paulo: Contexto, 2007

MORAES, Dênis de; RAMONET, Ignacio; SERRANO, Pascual. Mídia, poder e contrapoder: da concentração monopólica à democratização da informação. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: FAPERJ, 2013

MOSCO, Vincent. Economia política do Jornalismo. In: DOURADO, Jacqueline; LOPES, Denise Maria; MARQUES, Renan. Economia política do jornalismo: tendências, perspectivas e desenvolvimento regional. Edufpi, Teresina, 2016, p. 43-68

PICARD, Robert. Criação de valor e o futuro das organizações jornalísticas: por que e como o jornalismo deve mudar para permanecer relevante no século XXI. Porto (Portugal): Media XXI, 2010

______________. Twilight or new dawn of journalism? In: Journalism studies. Routledge, Taylor & Francis Group, vol.15, 2014

RÜDIGER, Francisco. As teorias da cibercultura: perspectivas, questões e autores. Porto Alegre: Sulina, 2011

SPARKS, Colin. From dead trees to live wires: The Internet’s challenge to traditional newspaper. In: CURRAN, James; GUREVITCH, Michael. Mass media and society. 3.ed. Londres: Arnold, 2002

Publicado
2019-10-09