Mulheres no Comando: Características e Singularidades da Gestão Executiva Feminina

Resumo

Nesta pesquisa buscou-se analisar as características e singularidades existentes na gestão executiva feminina em relação às categorias do processo decisório, estilo de liderança, comunicação pessoal e relacionamento interpessoal. A pesquisa é de natureza qualitativa e utilizou-se como método o estudo de caso, baseado em entrevistas junto a mulheres que ocupam cargos de alta gestão em empresas sergipanas. As informações coletadas foram analisadas por meio da técnica da análise de discurso. Os resultados demonstraram que as executivas percebem, claramente, diferenças entre o modo de gestão masculina e feminina no que diz respeito às categorias analisadas. Identificou-se a percepção de que as mulheres gestoras possuem características mais flexíveis e humanitárias, enquanto os homens gestores são considerados mais inflexíveis, objetivos e, em alguns casos, mais severos. Portanto, as mulheres executivas entrevistadas consideram que a sua gestão utiliza características inovadoras no que diz respeito às categorias analisadas.

Biografia do Autor

Ione Maria Santos Araújo, Universidade Federal de Sergipe

Mestre em Administração - Programa de Pós-graduação em Administração (PROPADM)

Florence Heber, Universidade Federal de Sergipe
Doutora em Administração - Universidade Federal da Bahia Professora e pesquisadora no Programa de Pós-graduação em Administração-Universidade Federal de Sergipe
Karen Batista, Universidade Federal de Sergipe

Mestranda em Administração - Programa de Pós-graduação em Administração (PROPADM)

Publicado
2020-01-22
Seção
Artigos