Experimentando o mundo-chão: land art e os processos relacionais no estágio do ensino da arte na Educação Infantil

  • Yurie Yaginuma

Resumo

O artigo traz um relato sobre o projeto desenvolvido em Estágio Curricular na Educação Infantil sobre land art, arte efêmera e instalação. Dialoga com autores como Ostetto (2011), Góes e Gontijo (2017), Didi-Huberman (2007) e Crimp (2015) para fundamentar algumas reflexões acerca da arte, do desenho e da escrita das crianças na Educação Infantil e dos contextos históricos de obras artísticas e, a partir de Pimenta e Lima (2012), toma o estágio como processo de formação do professor crítico-reflexivo. Conclui que estar ao lado das crianças exige um olhar atento e dialógico, pois nesse movimento ensinamos e aprendemos o que elas, mesmo às vezes sem dizer, nos ensinam.  

Publicado
2019-09-09