A memória social de um crime e de uma pena de morte no Brasil império / The social memory of a crime and of a capital sentence in Brazilian imperial period

Renato Cesar Möller, Celso Pereira de Sá

Resumo


RESUMO: A presente pesquisa tem como foco a condenação à morte e a execução, por enforcamento, em 1855, do fazendeiro Manuel da Motta Coqueiro, como mandante da chacina de uma família, em Macabu, localidade do município de Macaé, no estado do Rio de Janeiro. Durante o processo judiciário, surgiram sérias dúvidas quanto à culpa do condenado. A repercussão jornalística e literária da época e uma contínua produção editorial e artística fizeram com que o episódio não tenha caído no esquecimento ao longo de mais de 150 anos. Com base numa perspectiva psicossocial da memória, a pesquisa buscou verificar a extensão e as condições com que a memória do episódio se encontra presente na população atual de Macaé. Foram realizadas 400 entrevistas semiestruturadas com uma amostra estratificada representativa da população. Os resultados mostram que apenas 20,5% dos entrevistados têm lembrança ou conhecimento do episódio e que, destes, 80% acreditam que a justiça falhou e 60% que tal falha foi intencional. A construção da memória privilegiou dois conteúdos para os quais não há qualquer comprovação objetiva: uma maldição supostamente lançada pelo condenado sobre a cidade de Macaé e a crença de que se tratou da última execução legal realizada no país.

 

ABSTRACT: The focus of the present research is the capital sentence and the hanging execution, in 1855, of Manuel da Motta Coqueiro, a farmer accused of ordering the massacre of a whole family in Macabu, a locality in the city of Macaé, State of Rio de Janeiro.  During the judicial process, serious doubts about the defendant guilty emerged. The occurrence of a great journalistic and literary repercussion at that time, as well as a continuous editorial and artistic production, prevented the episode from being forgotten over more than 150 years.  Based on a psychosocial perspective of the memory, this research aimed to find the extension and the context in which that episode memory exists in the contemporary population of Macaé. Four hundred semi-structured interviews have been accomplished with a stratified sample representative of such population. The results showed that 20,5% of the respondents have some memory or knowledge about such episode; the results also showed that 80% of this group of  respondents believe in a justice failure and that 60% consider that such failure was intentional. The building of that memory favored two propositions for which there is no objective evidence: an imprecation presumably launched by the defendant upon the city of Macaé, and the belief that such execution has been the last legal one carried out in Brazil.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.