Articulação psicossociológica sobre a “cidade ideal”: como compreender um vulcão atiçado e adormecido pela Copa do Mundo de futebol? / Psychosociological articulation about the Ideal City:how can we understand a volcano fanned and inactivated by World Cup

Carolina Carneiro Rocha, Renata Lira dos Santos Aléssio

Resumo


RESUMO: A cidade desejada pelos habitantes tem cada vez mais se tornado tema de debates em espaços diversos, dos formais aos cotidianos. No Brasil, este fenômeno se ampliou, especialmente a partir de 2013, quando as Jornadas de Junho deram ênfase aos diversos problemas pelos quais têm passado os moradores urbanos, trazendo a pauta ao centro das atenções e conquistando a adesão de milhares de pessoas a passeatas de rua, como há muitos anos não se via no país. Teria todo este fervor esfriado em 2014, sob efeito das emoções pela realização da Copa do Mundo de Futebol ou a herança dos megaeventos tornará a esquentar o cenário urbano nacional? É essencial que os psicólogos sociais se envolvam na compreensão deste processo, contribuindo ativamente com o debate e com as ações a serem tomadas para melhorar a qualidade de vida e o convívio dentro das cidades. Uma abordagem que tem se mostrado frutífera neste intento é a articulação psicossociológica, proposta por Willem Doise e colaboradores, que defendem a superação da clivagem entre análises centradas no indivíduo ou na sociedade e a direção do olhar dos pesquisadores para as transformações societais por que passamos, atuando a partir da necessidade de mudanças sociais.

Palavras-chave: copa do mundo de futebol; cidade ideal; jornadas de junho; psicologia social; articulação psicossociológica.

ABSTRACT: The city desired by the inhabitants has increasingly become a topic of discussion in many places, from the formal to the ordinaries. In Brazil, this phenomenon has expanded especially after 2013, when the event known as “Jornadas de Junho” (June Journeys) emphasized many problems that the urban residents have been facing, bringing the topic to the limelight and gaining membership of thousands of people to street protests, like there wasn't been seen in many years in the country. Would all this fervor cooled in 2014, under narcotic effect of emotions by hosting the FIFA World Cup or the inheritance of mega-events will inflame the national urban setting? It is essential that social psychologists implicate themselves in understanding this process, actively contributing to the debate and the actions to be taken to improve the quality of life and the social relations in cities. One approach that has been fruitful in this endeavor is the psychosociological articulation proposal by Willem Doise and colleagues, who defends the overcoming of the cleavage between analyzes focused on the individual or society and the direction of the researchers view to the societal transformations, acting from the need for social changes.

Keywords: FIFA world cup; ideal city; june journeys; social psychology; psychosociological articulation.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.