Perfil de drogadição e práticas sociais entre moradores de rua

Lila Spadoni, Cilas Pereira Machado Júnior, Letícia Houston Mamede Barroso, Ana Luiza Boni, Margareth Regina Gomes Veríssimo de Faria, Sandra Maria Brunini de Souza

Resumo


DOI:10.12957/psi.saber.soc.2017.30670

RESUMO: Este artigo apresenta dados que indicam a existência de três grupos sociais entre os moradores de rua: os alcoolistas, os adictos de crack e os polidrogaditos. Para isto, utiliza-se do arcabouço teórico e metodológico da abordagem estruturalista das representações sociais para demonstrar que cada grupo é reconhecido entre os moradores de rua como tendo um perfil de práticas. A amostra é composta por uma população de internos de uma instituição não governamental, que se dedica exclusivamente ao cuidado dessa população. Os resultados indicam diferenças entre os alcoolistas e usuários de crack ou polidrogaditos.

Palavras-chave: moradores de rua; representações sociais; drogadição.

ABSTRACT: This article presents data indicating the existence of three social groups among the homeless: alcoholics, crack addicts and multiple drug users. For this, it uses the theoretical and methodological framework of the structuralist approach of social representations to demonstrate that each group is recognized among the homeless as having a conduit profile. The sample consists of mens who are into a non-governmental organization dedicated exclusively to the care of this population. The results indicate some differences between alcoholics and crack or multiple drugs users.

Keywords: homeless, social representations, drougs addiction.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.