Oswaldo Aranha e a política pendular de Vargas no Estado Novo

Auxilia Ghisolfi Freitas

Resumo


A presente comunicação analisa as relações de política externa entre Brasil e Estados Unidos, tendo como foco, a contribuição de Oswaldo Aranha como Ministro das Relações Exteriores do Brasil no período de 1937-1944 no regime do Estado Novo do Governo de Getúlio Vargas, no contexto da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Oswaldo Aranha liderava o grupo que ambicionava uma aliança mais completa com os EUA enquanto, outro grupo, comandado pelos generais Dutra e Góes Monteiro, viam na Alemanha um importante parceiro comercial e militar. O objetivo geral é deter-se nas discussões e posicionamentos que cada grupo defendeu, evidenciando como estes determinaram o alinhamento do Brasil à causa aliada a partir de 1942.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.