Educação Patrimonial e o Ensino de História na EMEF José Áureo Monjardim

Marina Fonseca Lima, Vinícius Barreto Monteiro de Barros

Resumo


O presente artigo tem como proposta junto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) a análise do Patrimônio Cultural e o seu processo de reconhecimento enquanto instrumento de busca identitária dos grupos ignorados pela história oficial e mostrar a importância da Educação Patrimonial para a proteção desses elementos no ensino de História das escolas. Além disso, queremos apresentar por meio de um relato de campo realizado na E.M.E.F. José Áureo Monjardim, os estudos feitos sobre patrimônios materiais e imateriais da cidade de Anchieta-ES tais como a tradição carnavalesca do Bloco do Jaraguá e o sítio histórico Santuário Nacional de São José de Anchieta.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.