Geografia e Cinema: um diálogo a partir das representações das cidades nos filmes de ficção científica

  • Karina Eugenia Fioravante Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Almir Nabozny Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

Os geógrafos construíram, ao longo do tempo, uma vasta gama de possibilidades de interlocução com o Cinema. O objetivo deste trabalho é explorar a representação da cidade no filme de ficção científica Distrito 9. Ao se considerar a cidade cinemática como imagem potencial da estruturação do espaço urbano, o filme é interpretado por meio da conexão teórica entre a construção da narrativa de seus cenários, as ações dos personagens e as discussões científicas sobre a condição das sociedades urbanas hodiernas. Os tensionamentos com relação a coexistência entre múltiplos indivíduos e seu respectivo direito a cidade se inscrevem em cenários compostos por distintas formas espaciais que associam o Distrito 9 a dinâmicas de marginalidade, favelização e segregação urbana.
Publicado
2019-12-07
Seção
GT-10: Práticas culturais na produção da cidade