RITUAL E PERFORMANCE NA CRIAÇÃO DO ESPAÇO PÚBICO NA FESTA DE IEMANJÁ EM FORTALEZA (CE)

Resumo

Ritual e performance afro-brasileiros ao se apresentarem publicamente anunciam outras leituras de experiência urbana, nas quais relação habitante-cidade baseada na lógica do produtor-consumidor é sobrepujada pela afirmação do sujeito social autônomo, ativo e soberano, cujas ações são constitutivas do espaço público. Para analisar ritual e performance em suas implicações no espaço público, elegemos a Festa de Iemanjá em Fortaleza (CE). Esta é um ritual de confirmação religiosa que possibilita a entrada do corpo afro-brasileiro na cena pública e sem inverter ou romper as normas sociais marca a presença da umbanda na cidade. As performances durante a homenagem para Janaína exibem a pluralidade da umbanda e constituem formas de fazer com o corpo que afirmam e criam a corporeidade afro-brasileira, criando espaços de visibilidade nos quais os umbandistas veem a si mesmos como sujeitos de ação capazes de transformar a cidade.

Referências

ARENDT, Hannah. A vida do espírito: o pensar, o querer, o julgar. Rio de Janeiro: Janeiro: Relume Dumará, 1993.

_______. A condição Humana. Rio de Janeiro: Ed. Forense Universitária, 2000.DAWSEY, John C. Victor Turner e antropologia da experiência. Cadernos de Campo. N° 13: 163-176, 2005.

BALANDIER, Georges. Antropo-lógicas. Tradução Osvaldo Elias Xidieh. São Paulo: Cultrix Ed. de Universidade de São Paulo, 1976.

________. O DÉDALO: para finalizar o século XX. Tradução Suzana Martins. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

BARBOSA, Jorge Luis. Cidade e Território: desafio da reinvenção da política do espaço público. In. SILVA, J. S.; BARBOSA, J.L.; FAUSTINI, M.V. O NOVO CARIOCA. Rio de Janeiro: Mórula Editorial, 2012a. p. 69-73.

_______. Da habitação como direito ao direito à morada: um debate propositivo sobre a regularização fundiária das favelas da cidade do Rio de Janeiro. In. BARBOSA, Jorge Luis & LIMONARD, Ester (org.). Ordenamento Territorial e Ambiental. Niterói: Editora da UFF, 2012b. p. 95-108.

CARLOS, A. F. A. O poder do corpo no espaço público: o urbano como privação e o direito à cidade. GEOUSP – Espaço e Tempo. São Paulo v. 18 n. 2 p. 472-486, 2014.

DUVIGNAUD. Jean. Festas e civilizações. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1983.

LIGIÉRO, Zeca. Corpo a Corpo: estudo das performances brasileiras. Rio de Janeiro: Garamond, 2011.

MACIEL, Wellington Ricardo Nogueira. Tempos e Espaços da Praia do Futuro: usos e classificações de uma zona liminar. Tese de doutorado em Sociologia. Universidade Federal do Ceará, 2011.

PEIRANO, Mariza. Rituais ontem e hoje. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

PORDEUS Jr. Ismael. Magia e Trabalho: a representação do trabalho na macumba. São Paulo: Terceira Margem, 2000.

_____. Umbanda: Ceará em transe. Fortaleza: Museu do Ceará – Expressão gráfica editora, 2011.

RAPOSO, Paulo. Festa e Perfomance em Espaço Público: tomar a rua! ILHA. v. 16, n. 2, p. 89-114, ago./dez. 2014.

RIBEIRO, Ana Clara Torres. Corpo e imagem: alguns enredamentos urbanos, pp. 105-117. Cadernos PPG-AU/FAUFBA/Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Ano 5, no especial, (2007) - Ana Clara Torres Ribeiro (Org.). Salvador: PPG-AU/FAUFBA, 2007.

SCHECHNER, Richard. “What is performance?”. In. Performance studies: an introduccion, second edition. New York & London: Routledge, 2006. p. 28-51.

__________. Ritual. In. LIGIÉRO, Zeca. Performance e Antropologia de Richard Schechner. Rio de Janeiro: Mauad X, 2012. p. 49-89.

SCHIMID, Wilhelm. En Busca de un Nuevo Arte de Vivir: la pregunta por el fundamento y la nueva fundamentación ética en Foucault. Valencia: Pré-textos, 2002.

TURNER, Victor. O Processo Ritual. Petrópolis: Vozes, 1974.

________. The Anthropology of performance. New York: PAJ Publications, 1987.

________. Floresta de Símbolos: aspectos do ritual Nedembu. Niterói: EDUFF, 2005.

________. Dramas campos e metáforas: ação simbólica na sociedade humana. Niterói: EdUFF, 2008.

Publicado
2019-12-07
Seção
GT-10: Práticas culturais na produção da cidade