PARA ALÉM DE TORDESILHAS: DINÂMICA TERRITORIAL SETENTRIONAL LITORÂNEA DO BRASIL COLONIAL

  • Emmanuel Raimundo Costa Santos

Resumo

Por mais de um século, a extremidade setentrional do território colonial português no continente americano delineado pelo Meridiano de Tordesilhas (1494) não recebeu maiores atenção da Coroa Portuguesa enquanto uma colonização mais efetiva, ficando a mercê dos interesses de outras nações europeias que não foram contempladas com a divisão do Mundo feita entre os espanhóis e portugueses. Ingleses, holandeses e franceses por todo o século XVI e parte do XVII passaram a circular, explorar e tomar iniciativas de colonizar porções do território colonial setentrional. Essa pesquisa de geografia histórica busca a partir da análise da formação territorial colonial norte do Brasil, em particular de sua faixa litorânea, compreender a dinâmica da ocupação, surgimento de cidades e vilas e a expansão da fronteira para as terras do Cabo Norte.

  
Publicado
2019-12-06
Seção
GT-8: Geografia histórica urbana