REDE URBANA NO ESTADO DA PARAÍBA: NOVOS ARRANJOS E DINÂMICAS

  • Taynan Araujo de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN

Resumo

Em virtude das transformações políticas, sociais e econômicas ocorridas no Brasil nas últimas duas décadas, a rede urbana ganha novos elementos para compreensão. Diante disso, este artigo objetiva analisar a constituição de novos arranjos e dinâmicas na rede urbana tomando por base o estado da Paraíba. Para isso, serão levados em consideração três elementos: a atuação do estado na produção do espaço urbano e regional, o avanço do capitalismo e a expansão do meio técnico-científico-informacional. A partir dessa análise pôde-se constatar que a rede urbana na Paraíba está passando por um processo de rearticulação proveniente dos elementos mencionados e por isso a ideia de compreender esta rede como uma simples articulação de centros pautada na hierarquia já não é mais suficiente dar conta de explicar as complexidades existentes e suas relações em diversos níveis escalares.

Biografia do Autor

Taynan Araujo de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN
Doutorando em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte  UFRN.

Referências

BERNARDES, Antônio Henrique. SPÓSITO, Eliseu Savério. Meio técnico-científico-informacional. In.: Spósito, Eliseu Savério. Glossário de Geografia Humana e Econômica. São Paulo: Editora UNESP, 2017.

CATELAN, Márcio José. Heterarquia Urbana: interações espaciais interescalares e cidades médias. Presidente Prudente: UNESP, 2012, 227 p. Tese (Doutorado em Geografia). Faculdade de Ciência e Tecnologia. Universidade Estadual Paulista, 2012.

CALSAVARA, André Rynaldo. Atacarejo: estratégia planejada ou mera coincidência? Adm. de Emp. em Revista, Curitiba, n. 9, p. 47-64, 2009-2. Disponível em: <http://revista.unicuritiba.edu.br>, Acesso em: maio de 2019.

CORRÊA, Roberto Lobato. Estudos sobre a rede urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015, 2° ed.

_________. A Rede Urbana. São Paulo: Ática, 1989.

_________. A rede urbana brasileira e a sua dinâmica: algumas reflexões e questões. In: SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (Org.). Urbanização e Cidades: perspectivas geográficas. Presidente Prudente: [s.n], 2001. p. 359-368.

HAESBAERT, R.. Regional-Global: Dilemas da Região e da Regionalização na Geografia Contemporânea. 1. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

SANTOS, Milton. Manual de geografia urbana. São Paulo: Hucitec, 1981.

SPÓSITO, Maria Encarnação Beltrão. Rede Urbana. In.: Spósito, Eliseu Savério. Glossário de Geografia Humana e Econômica. São Paulo: Editora UNESP, 2017.

_________. Novas redes urbanas: cidades médias e pequenas no processo de globalização. Geografia, Rio Claro, v. 35, n. 1, p. 52-62, jan./abr. 2010.

IBGE. Região de Influência das Cidades. Rio de Janeiro, 2007. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/estruturas/PZEE/_arquivos/regic_28.pdf> Acesso: out/2018

IBGE. Divisão Regional do Brasil em Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias. 2017. Disponível em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv100600.pdf> Acesso: out/2018.

Publicado
2019-12-08
Seção
GT-15: Brasil Não-Metropolitano: Temporalidades e Espacialidades Urbanas