Movimento pendular estudantil e a dinâmica da rede urbana no Norte Fluminense: Deslocamento cotidiano entre São Fidélis e Campos dos Goytacazes R.J. (2017)

  • Thalía Machado de Azeredo Instituto Federal Fluminense - Campos Centro
  • Ramon Carrilho Correa de Oliveira Instituto Federal Fluminense

Resumo

O movimento pendular caracteriza-se como uma categoria específica de mobilidade populacional, o qual vem se destacando nos estudos urbanos. Buscando-se a compreensão dos movimentos pendulares por motivo de estudo, este artigo analisa o caso específico de São Fidélis, município do Norte Fluminense, onde um número expressivo de estudantes desloca-se diariamente para o município vizinho, Campos dos Goytacazes. Através de revisão bibliográfica e levantamento de dados primários e secundários disponibilizados pela Secretaria de Educação do Município de São Fidélis, constatou-se que no ano de 2017 os estudantes eram, em maior expressão, jovens, do sexo feminino, que se deslocam no período noturno para cursarem o ensino superior em instituições públicas e privadas. Evidenciou-se também que a polarização exercida por Campos na dinâmica da rede urbana regional se dá, principalmente, pela predominância de instituições de ensino.

Publicado
2019-12-02
Seção
GT-5: Mobilidade, migração e espaço urbano