A PRODUÇÃO FINANCEIRIZADA DO ESPAÇO NA METRÓPOLE DE PORTO ALEGRE/RS: A AÇÃO DAS PRINCIPAIS CONSTRUTORAS

  • Paulo Roberto Rodrigues Soares Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • João Antonio Blois Aita Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Temos por objetivo analisar as metamorfoses socioespaciais da metrópole de Porto Alegre/RS, a partir da instituição de um regime de acumulação urbana hegemonizado pelo capital financeiro. Analisamos as formas de atuação dos agentes mais representativos do capital imobiliário, suas alianças estratégicas com outros setores do capital e suas formas de atuação espacial. Posteriormente, analisamos as mudanças nas formas de gestão urbana implantadas nos últimos anos na metrópole. Nossa hipótese é que está se produzindo uma mudança no regime de acumulação urbana, a qual avança pela convergência de duas tendências principais: as mudanças globais na produção imobiliária derivadas do processo de financeirização e as mudanças políticas e sociais com a nova hegemonia das correntes ultraliberais e conservadoras nos governos local e federal.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Rodrigues Soares, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Professor Associado do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
João Antonio Blois Aita, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Graduando em Geografia e bolsista de iniciação científica na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Referências

AALBERS (2015). The potential for financialization. Dialogues in Human Geography, v. 5, n. 2, pp. 214-219

AALBERS, Manuel. Financialization. In The International Encyclopedia of Geography. Oxford: Wiley, 2019.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS ENTIDADES DOS MERCADOS FINANCEIRO E DE CAPITAIS - AMBIMA. Consolidado Histórico de Fundos de Investimento. São Paulo, 2019. Disponível em: http://www.anbima.com.br/pt_br/informar/estatisticas/fundos-de-investimento/fi-consolidado-historico.htm. Acesso em: 26 jun. 2019.

AGENTE IMÓVEL. Valor médio M² por Bairro de Porto Alegre. [S. l.], 2018. Disponível em: https://www.agenteimovel.com.br/imoveis/a-venda/rs/porto-alegre/#statistics. Acesso em: 23 jun. 2019.

CASTRO, Iná Elias de; GOMES, Paulo César da Costa; CORRÊA, Roberto Lobato (Org.). Brasil: questões atuais da reorganização do território. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996. 330p.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM. Dados Diários dos Fundos. [S. l.], 4 jul. 2019. Disponível em: http://cvmweb.cvm.gov.br/swb/default.asp?sg_sistema=fundosreg. Acesso em: 25 jun. 2019.

De MATTOS, C. Modernización capitalista y transformación metropolitana en América Latina: cinco tendencias constitutivas. Em Lemos, A; Silveira, M. L. y Arroyo, M. (orgs.) América Latina: cidade, campo e turismo. São Paulo: CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales. Diciembre 2006.

De MATTOS, C.; Globalización, negocios inmobiliarios y transformación urbana. Nueva Sociedad, nº 212, noviembre–diciembre de 2007, pp. 82-96.

De MATTOS, C.; Globalización y metamorfosis metropolitana en América Latina. De la ciudad a lo urbano generalizado. Revista de Geografía Norte Grande, 47: 81-104, 2010.

De MATTOS, Carlos. Revolución urbana. Estado, mercado y capital en América Latina. Santiago: RiL Editores, 2015.

De MATTOS, C. Financiarización, Mercantilización y Metamorfosis Planetaria: lo urbano en la valorización del capital. Sociologias (UFRGS). Vol. 18 (42), 2016.

EPSTEIN, Gerald. Introduction. Financialization and the World Economy. Cheltenham and Northampton: Edward Elgar Publisher, 2005.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Informativo. Disponível em: < https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/contas-nacionais/9088-produto-interno-bruto-dos-municipios.html?t=series-historicas&c=4314902>, acesso: 25 jun. 2019.

HARVEY, D.; Do gerenciamento ao empresariamento: a transformação da administração urbana no capitalismo tardio. Espaço & Debates. São Paulo: NERU, n.39, 1996, p. 48-64.

IBGE. PIB dos Municípios Brasileiros 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2081.

KLINK, Jeroen; SOUZA, Marcos Barcellos de. Financeirização: conceitos, experiências e a relevância para o campo do planejamento urbano brasileiro. Cad. Metrop., São Paulo , v. 19, n. 39, p. 379-406, Ago. 2017 .

LAURIA, M. (ed.). (1997). Reconstructing urban regime theory: regulating urban politics in a global

economy. SAGE Publications, Introduction.

MÉNDEZ, R.; La telaraña financiera: Una geografía de la financiarización y su crisis. Santiago de Chile: RiL Editores, 2018.

PAULANI, L. Capitalismo financeiro, estado de emergência econômico e hegemonia às avessas no Brasil. In: OLIVEIRA, F.; BRAGA, R.; RIZEK, C.. Hegemonia às avessas: economia, política e cultura na era da servidão financeira. São Paulo: Boitempo, 2010.

PRADILLA-COBOS, E. La ciudad capitalista en el patrón neoliberal de acumulación en América Latina. Cadernos Metrópole. São Paulo, v. 16, n. 31, pp. 37-60, jun 2014.

PORTO Alegre terá empreendimento de R$ 850 milhões. Revista Amanhã, Porto Alegre, p. 1, 8 ago. 2018. Disponível em: http://www.amanha.com.br/posts/view/6076/porto-alegre-tera-empreendimento-de-r-850-milhoes. Acesso em: 26 jun. 2019.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE. Plano Diretor nº 434, de 1 de dezembro de 1999, atualizada e compilada até a Lei Complementar nº 667, de 3 de janeiro de 2011, incluindo a Lei Complementar 646, de 22 de julho de 2010. DISPÕE SOBRE O DESENVOLVIMENTO URBANO NO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE, INSTITUI O PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE PORTO ALEGRE E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Porto Alegre, 1999.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE. Lei nº 646, de 22 de julho de 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº 646, DE 22 DE JULHO DE 2010. Porto Alegre, 22 jul. 2010. Disponível em: http://lproweb.procempa.com.br/pmpa/prefpoa/spm/usu_doc/lc_646_-_8_de_outubro.pdf. Acesso em: 19 jun. 2019.

RELATORIO MENSAL CSHG REAL ESTATE FII MAIO 2019. São Paulo: [s. n.], 2008- . 2011. Disponível em: https://www.cshg.com.br/site/publico/download/fundos/imob/pdf_imob/CSHG_Real_Estate_FII/2019.04.22%20Apresenta%C3%A7%C3%A3o%20Anual.pdf. Acesso em: 27 jun. 2019.

RIBEIRO, L. C. Q. A Metrópole em questão: desafios da transição urbana. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2017.

RIBEIRO, L. C. Q. Transformações da Ordem Urbana na Metrópole Liberal-Periférica: 1980/2010. Hipóteses e estratégia teórico-metodológica para estudo comparativo. Rio de Janeiro, Observatório das Metrópoles, março de 2013.

ROLNIK, R. Guerra dos Lugares. A colonização da terra e da moradia na era das finançasSão Paulo: Boitempo, 2015.

SANFELICI, D. M.; A metrópole sob o ritmo das finanças: implicações socioespaciais da expansão imobiliária no Brasil. São Paulo: FFLCH-USP, 2013 (Tese de Doutorado – Geografia Humana).

SANFELICI, D. M.; A financeirização do circuito imobiliário como rearranjo escalar do processo de urbanização. Confins (Online), ano 7, nº 18, julho de 2013.

SANFELICI, D. M.; La industria financiera y los fondos inmobiliarios en Brasil: lógicas de inversión y dinámicas territoriales. Economía, Sociedad y Territorio. Vol. XVII, n 54, p. 367-397, 2017.

SANFELICI, Daniel. O Parque Germânia como estratégia de valorização: a "autenticidade" como criação da publicidade. In: SANFELICI, Daniel. A PRODUÇÃO DO ESPAÇO COMO MERCADORIA: NOVOS EIXOS DE VALORIZAÇÃO IMOBILIÁRIA EM PORTO ALEGRE/RS. 2009. Tese (Mestrado) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

SCHNEIDER, Manuela. A apropriação dos elementos do entorno pelo bairro planejado. In: SCHNEIDER, Manuela. MERCADO IMOBILIÁRIO E CRIAÇÃO DE ESPAÇO URBANO: ESTUDO DE CASO SOBRE O EMPREENDIMENTO BAIRRO JARDIM EUROPA. 2009. Tese (Mestrado) - Mestranda, Porto Alegre, 2009. Disponível em: http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/5462/1/000450379-Texto%2bCompleto-0.pdf. Acesso em: 2 jul. 2019

SINDUSCON. 21º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS. Porto Alegre, 2018. Disponível em: http://www.sinduscon-rs.com.br/wp-content/uploads/2019/03/21%C2%BA-CENSO-DIVULGA%C3%87%C3%83O-IMPRENSA-2018.pdf. Acesso em: 12 jun. 2019.

SHIMBO, L. Habitação Social de Mercado. Belo Horizonte: Com Arte Editora, 2012.

STONE, C. N. (1989). Regime politics: governing Atlanta, 1946-1988. Lawrence, University Press of Kansas.

THEODORE, N.; PECK, J. y BRENNER, N. Urbanismo neoliberal: la ciudad y el império de los mercados. Temas Sociales. No. 66, marzo 2009, p. 02-11.

Publicado
2019-11-26
Seção
GT-1: Reestruturação urbana e econômica na produção do espaço: agentes e process