FAVELAS CARIOCAS: FENÔMENO, CATEGORIA E INTERVENÇÕES DO ESTADO SOBRE O ESPAÇO URBANO

  • Kamir Freire Gemal Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Resumo

O trabalho aborda as variadas dinâmicas particulares relacionadas ao Estado no que tange à origem de favelas nas diferentes áreas da cidade do Rio de Janeiro em que este fenômeno ocorreu. Também será abordada a razão geral de sua existência: a crise habitacional. A análise perpassa, em um primeiro momento, pelo entendimento da ação indireta do poder público no século XIX e depois, no século XX, pela compreensão da ação direta nos períodos de reforma urbana – sobretudo com Pereira Passos – até o populismo de Vargas, que inaugura fase de maior aceitação da favela no urbano carioca e se encerra em 1964 com o Golpe Militar

Biografia do Autor

Kamir Freire Gemal, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Geografia da UERJ (IGEOG)

Referências

ABREU, M. D. A. Evolução urbana do Rio de Janeiro. 3ª. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

_____________. Reconstruindo uma história esquecida: origem e expansão inicial das favelas cariocas. Espaço e debates, São Paulo, v. 14, n. 37, 1994.

_____________.; VAZ, L. F. Sobre a origem das favelas. IV Encontro Nacional da ANPUR, Salvador, 1991.

AGACHE, A. D. Cidade do Rio de Janeiro: remodelação, extensão e embellezamento. Paris: Foyer Brésilien, 1930.

BENCHIMOL, J. L. Pereira Passos: um Haussmann tropical: A renovação urbana da cidade do Rio de Janeiro no início do século XX. Rio de Janeiro: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura, 1953.

CHALHOUB, S. Cidade febril: cortiços e epidemias na corte imperial. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

CINTRA, A. O.; HADDAD, P. R. (organizadores. Dilemas do planejamento urbano e regional no Brasil. Rio de Janeiro: Zahar, 1978, apud ABREU, M. A. Evolução urbana do Rio de Janeiro. 3ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

CONNIFF, M. Urban politics in Brazil: the rise of populism, 19225-1945. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 1981.

GUIMARÃES, A. P. As favelas do Distrito Federal. Revista Brasileira de Estatística, Rio de Janeiro, v. 14, n. 5, p. 250-278, 1953.

KESSEL, C. Tesouros do Morro do Castelo: mistério e história nos subterrâneos do Rio. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

LOBO, E. M. L. História do Rio de Janeiro (do capitial comercial ao capital industrial e financeiro). Rio de Janeiro: IBMEC, v. 1, 1978.

RIBEIRO, L. C. D. Q. Dos cortiços aos condomínios fechados: as formas de produção da moradia na cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Record, 1996.

SANTOS, F. A. N. Meios de transporte no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Typographia do Jornal do Comercio, v. 1, 1934.

_____________. As freguesias do Rio antigo. Rio de Janeiro: O cruzeiro, 1965, apud ABREU, M. A. Evolução urbana do Rio de Janeiro. 3ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

VALLADARES, L. D. P. A invenção da favela: do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

VAZ, L. F. Contribuição ao estudo da produção e transformação do espaço da habitação popular. As habitações coletivas do Rio Antigo. tese M. Sc.: PUR/UFRJ, 1985.

_____________. Dos cortiços às favelas e aos edifícios de apartamentos – a modernização da moradia no Rio de Janeiro. Análise Social, v. 127, n. 3ª, p. 581-597, 1994.

Publicado
2019-12-06
Seção
GT-8: Geografia histórica urbana