CONTEXTOS MIGRATÓRIOS RECENTES E ALIENAÇÃO DA MORADIA: PAUTAS EMERGENTES NOS MOVIMENTOS DE OCUPAÇÃO

  • Flávia Elaine da Silva Martins Universidade Federal Fluminense

Resumo

Este artigo busca refletir sobre a dificuldade de imigrantes e refugiados em conseguir moradia nas cidades em que chegam. Para tanto, localizamos inicialmente o Brasil como destino nos processos migratórios recentes, ressaltando conteúdos presentes na migração sul-sul. Em seguida, identificamos o contexto mundial e brasileiro de transformação da moradia em uma mercadoria cada vez mais rara e cara. Conteúdos comuns, presentes nas duas situações, se revelam a partir da presença de refugiados e imigrantes junto aos movimentos de ocupação em prédios urbanos de São Paulo. Pesquisando as pautas de reivindicações surgidas neste cruzamento de olhares, passamos a identificar demandas e perspectivas que apontam para outro projeto de cidade e de sociedade.

Biografia do Autor

Flávia Elaine da Silva Martins, Universidade Federal Fluminense
Professora da Universidade Federal Fluminense, Bacharel e Licenciada em Geografia, com pesquisas focadas em geografia urbana.

Referências

BÓGUS, L., FABIANO, M. L,. O Brasil como destino das migrações internacionais: novas relações, possibilidades e desafios. Ponto e Vírgula, PUC-SP, n.18, segundo semestre de 2015, p.126-145.

CAVALCANTI, Leonardo; OLIVEIRA, Antonio Tadeu; TONHATI, Tânia (orgs.). A Inserção dos Imigrantes no Mercado de Trabalho Brasileiro. Relatório Anual 2015. Brasília: Cadernos do Observatório das Migrações Internacionais, Ministério do Trabalho e Previdência Social/Conselho Nacional de Imigração e Coordenação Geral de Imigração. OBMigra: Brasília, DF, 2015 e 2017.

CHESNAIS, François. A finança mundializada: raízes sociais e políticas, configuração, consequências. São Paulo: Boitempo, 2005.

ENGELS, F. Sobre a questão da moradia. São Paulo: Boitempo Editorial, 2015.

FEDERICI, Silvia. Calibã e a bruxa. Tradução do Coletivo Sycorax, São Paulo: Editora Elefante, 2017.

GOTHAM, K. F. Racialization and the State: The Housing Act of 1934 and the Creation of the Federal Housing Administration. Sociological Perspectives, Vol. 43, No. 2 (Summer, 2000), pp. 291-317

GRIST acesso em 31/01/2018

HARVEY, David. Los Limites del Capitalismo y la Teoria Marxista. México: Fondo de Cultura Econômica, 1990. 466 p. Título original: The Limits to Capital, 1982. Basil Blackwell Publisher, Oxford.

HARVEY, David. Novo Imperialismo. São Paulo, Edições Loyola, 2004.

HARVEY, David. Ciudades rebeldes, del derecho de la ciudad a la revolución urbana, Madrid, Ediciones Akai, 2013

KOTHARI, Miloon. The Global Crisis of displacement and evictions: a housing and land rights perspective (New Yrok: Rosa Luxemburg Stiftung, 2015). <http://www.rosalux-nyc.org/wp-content/files_mf/kothari11.pdf> acesso em 14/01/2017

LEFEBVRE, Henri. La production de l´espace. Paris: Editions Antrophos, 1974.

LEFEBVRE, Henri. A Vida Cotidiana no Mundo Moderno. São Paulo: Editora Ática, 1991. 216 p.

LEFEBVRE, Henri. Éléments de Rythmanalyse, Introduction à la conaissance des rythmes. Paris: Editions Syllepse, 1992, 116p.

MADDEN, D., MARCUSE, P. In Defense of housing, the politics of crisis. London, New York: Verso, 2016.

MARTINS, Bruno Xavier. Do Modelo Crítico de Expansão do Setor Imobiliário Brasileiro ao Programa Minha Casa Minha Vida. Revista GEOgraphia, v. 18, n. 36 (2016), pp. 86-107.

MARTINS, F. E. S. Centralidade e devir: novos sentidos à produção do espaço urbano metropolitano a partir das Ocupações no Centro de São Paulo. SIMPURB, 2017, Anais do Evento. Acessível em http://www.lapur.ufc.br/site/index.php/acervo/simpurb-2015.

MARTINS, José de Souza. O Cativeiro da Terra. São Paulo: Editora Hucitec, 1986. 157 p.

MARTINS, J. S. A Sociabilidade do Homem Simples. São Paulo: Editora: Hucitec, 2000.

MARTINS, R. Ocupação Mauá, uma aula de resistência. Carta Capital, 22/10/2017. <https://www.cartacapital.com.br/revista/974/ocupacao-maua-uma-aula-de-resistencia> acesso em 31/01/2018.

Ocupação São João <https://www.facebook.com/Ocupação-São-João-MSTRU-490900594319238/> acesso em 31/01/2018

OSTROM, Elinor. El gobierno de los bienes comunes, la evolución de las instituciones de acción colectiva. México: Fondo de Cultura Económica, 2000.

PEREIRA, José Carlos. Apresentação. Travessia, Revista do Migrante. Dossiê Refugiados. São Paulo: CEM. Ano XXIX, n. 79, julho-dezembro de 2016.

STAVRIDES, Stavros. Hacia la ciudad de umbrales. Madrid: Ediciones Akal, 2016

WALKS, Alan, Mapping the urban debtscape: the geography of household debt in Canadian cities, Urban Geography, 2013 Vol. 34, No. 2, 153 <http://dx.doi.org/10.1080/02723638.2013.778647> acesso em 18/04/2017

ZIBECHI, R. Brasil Potência. Entre a integração regional e um novo imperialismo. 2ª edição. Rio de Janeiro: Editora Consequência, 2012. 348p.

Publicado
2019-12-02
Seção
GT-5: Mobilidade, migração e espaço urbano