CENTRALIDADE NO SERTÃO CEARENSE: UMA PERSPECTIVA A PARTIR DO COMÉRCIO EM QUIXADÁ-CE

  • Samuel Miranda Antônio Miranda de Sousa

Resumo

As cidades médias do interior do Ceará, a exemplo de Sobral, de Juazeiro do Norte, de Crato, de Iguatu e de Itapipoca, ocupam um importante papel na rede urbana do estado e são amplamente estudadas. No entanto, a cidade de Quixadá no Sertão Central, apesar de reconhecidamente ser tratada como um importante centro local, merece uma maior atenção das pesquisas que visam compreender a centralidade dessas cidades de porte médio. Este artigo buscou conhecer o papel do comércio em Quixadá como agente impulsionador de centralidade. A metodologia se utilizou da pesquisa bibliográfica e documental, levantamento de dados secundários, trabalhos de campo e entrevistas. Os dados revelaram um importante crescimento da atividade comercial no período entre 2006 e 2016, traduzindo-se em significativo aporte no PIB e aumento da concentração populacional urbana.

Referências

CACHINHO, H. O Comércio Retalhista: Da oferta de bens às experiências de vida, in C.A. Medeiros (Dir.) Geografia de Portugal, III Volume, Actividades Económicas e Espaço Geográfico. Lisboa: Circulo dos Leitores, 2006. pp. 264-330.

CACHINHO, H; SALGUEIRO, T. B; As relações cidade-comércio. Dinâmicas de evolução e modelos interpretativos. In: CARRERAS, C; PACHECO, S. M. M. Cidade e Comércio: a rua comercial na perspectiva internacional. Rio de Janeiro: Armazém das Letras. 2009. Pp. 9-39

CARLEIAL, A. N., GOSSON, A. População, desenvolvimento e políticas públicas In: CARLEIAL, A. N. (Org.). População, sociedade e desenvolvimento.1 ed.Fortaleza: EdUece, 2004.

CHRISTALLER, W. Central Places in Southern Germany. New Jersey: Prentice-Hall, (Trad. C.W. Baskin). 1966.

CORRÊA, R. L. Trajetórias geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997.

CORRÊA, R. L. Globalização e reestruturação da rede urbana – uma nota sobre as pequenas cidades. In: Revista Território, Ano IV, n. 6, jan./jun. 1999.

GEIGER, P. P. Evolução da rêde urbana brasileira. Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de. Pesquisas Educacionais, 1963.

HOLANDA, V. C. C; AMORA, Z. B. Cidades Médias do Ceará, Estado do Nordeste do Brasil, e suas dinâmicas contemporâneas. In: Revista Geográfica de América Central. Número Especial EGAL, p. 1-13. Costa Rica, 2011.

KON, A. A produção Terciária: caso paulista. São Paulo: Ed. Nobel, 1992.

________. Sobre as atividades de serviços: revendo conceitos e tipologias. Revista de Economia Política, São Paulo, Editora 34, v.19, n.2, p.64-83, abr./jun., 1999.

________. Economia de serviços: teoria e evolução no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2004. 269 p.

MÉRENNE-SCHOUMAKER, B. La localisation des services. Paris: Nathan Uniersité. 1996.

PEREIRA, A. Q. Caracterização das Atividades Terciárias no Centro Urbano de Quixadá/CE. In: Boletim Gaúcho de Geografia, v. 41, n. 1, jan/2014, p. 168-184.

Publicado
2019-12-08
Seção
GT-15: Brasil Não-Metropolitano: Temporalidades e Espacialidades Urbanas