ARQUITETURA COMO ELEMENTO DE PERIODIZAÇÃO DO ESPAÇO URBANO DE ITAPINA/ES

Resumo

O distrito de Itapina, município de Colatina, tem sua ocupação consolidada nos anos de 1940, momento de seu apogeu como centro regional. Essa condição é interrompida entre 1960 e 1970, após rearticulação geopolítica de base estadual, responsável por sua estagnação. Testemunho do período de prosperidade, o conjunto histórico e paisagístico de Itapina é “resgatado do tempo” por valoração patrimonial tutelada pelo Conselho Estadual de Cultura do Estado do Espírito Santo, em 2013. Frente a este contexto histórico, o artigo realiza a representação de periodização urbano-arquitetônica do distrito, com o objetivo de atualização de seu ciclo de territorialização – mudanças espaço-tempo, por meo de mapeamento - software de geoprocessamento, QuantumGIS, com levantamentos aerofotogramétricos de 1970 e 2012/2015. Como resultado, as análises revelam a periodização urbano-arquitetônica de Itapina, sua espacialização e sua atualização.

Publicado
2019-12-06
Seção
GT-8: Geografia histórica urbana