O DIREITO À CIDADE COMO REIVINDICAÇÃO DO URBANO

  • José Raimundo Sousa Ribeiro Junior Professor Visitante do Instituto de Saúde e Sociedade (Universidade Federal de São Paulo, Campus Baixada Santista).

Resumo

Tomando o movimento da obra de Henri Lefebvre como referência busco construir nesse texto uma reflexão sobre o direito à cidade que destaca a importância da forma urbana para o pensamento desse autor. Para isso inicio o texto com uma diferenciação dos conceitos de cidade e urbano, para em seguida debater propriamente o direito à cidade como uma reivindicação do urbano. Por fim, alerto para a importância que Lefebvre confere à estratégia política e à superação de abordagens meramente especulativas.

Referências

HARVEY, David. Palestra no Seminário Lutas pela reforma urbana: o direito à cidade como alternativa ao neoliberalismo. Fórum Nacional de Reforma Urbana. Tradução de Fernando Alves Gomes, 2011.

LEFEBVRE, Henri. A cidade do capital. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte: UFMG, 2004.

LEFEBVRE, Henri. Espaço e política. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

LEFEBVRE, Henri. A produção do espaço. Tradução do Núcleo de Geografia Urbana da UFMG a partir do original em francês La production de l’espace. 4ème éd. Paris: Anthropos, 2000. fev. 2006. Fotocópia. Não Paginado.

SILVA, Fernanda Pinheiro da. Uma reflexão a partir do Rio Tietê. 2018. Disponível em: https://diplomatique.org.br/uma-reflexao-a-partir-do-rio-tiete/#_ftn10

Publicado
2019-12-06
Seção
GT-9: A produção do urbano: abordagens e métodos de análise