As relações raciais na obra de Fernando Henrique Cardoso e a dimensão moral do racismo

  • Marcos Abraão Fernandes Ribeiro

Resumo

Este artigo analisa o tema das relações raciais na obra de Fernando Henrique Cardoso produzido durante os anos 1950 como parte do programa de pesquisa da Cadeira de Sociologia I da USP. Para tanto, apontaremos o obscurecimento desta parte importante da produção do sociólogo paulista e proporemos uma leitura alternativa. Além disso, faremos um diálogo com a teoria do reconhecimento de Axel Honneth. A partir deste diálogo, procuramos evidenciar a centralidade da dimensão moral existente na obra esquecida de Fernando Henrique Cardoso para a compreensão do racismo.

Publicado
2011-09-03
Seção
GT 1 – Dinâmicas sociais, gramáticas emancipatórias e novos movimentos teóricos