Reconhecimento e cidadania no projeto “Mulheres da Paz”

  • Carlos Bassani
  • Maria Eduarda Ota

Resumo

Esse trabalho resulta do acompanhamento do projeto Mulheres da Paz em Porto Alegre, no ano de 2011, por meio de observação direta, de aplicação de questionário e de entrevistas abertas. Buscou-se analisar, no cotidiano dos atores envolvidos no projeto, quais formas de cidadania e reconhecimento se revelaram em seus discursos. Aqui, entendemos cidadania como “um status concedido àqueles que são membros integrais de uma sociedade”, continuamente enriquecido com direitos, obrigações e expectativas normativas que os membros da sociedade se atribuem reciprocamente (MARSHALL, 1967), e reconhecimento como uma “linguagem teórica” para “a reconstrução consistente e a justificação normativa das demandas políticas atuais” (HONNETH, 2003b).

Publicado
2011-09-03
Seção
GT 1 – Dinâmicas sociais, gramáticas emancipatórias e novos movimentos teóricos