O caleidoscópio conservacionista: o SNUC como um acordo temporário no ambientalismo

  • Eliana dos Santos Junqueira Creado
  • Lúcia da Costa Ferreira

Resumo

Uma das formas de institucionalização  da questão ambiental é através das  unidades  de  conservação. A respeito delas, há uma divisão geral em torno de dois conjuntos de normas principais: (1) as centradas na manutenção da biodiversidade, seja na forma do enfoque sobre espécies e/ou sobre ecossistemas; e (2) as centradas  na  defesa  dos  direitos  de  grupos  sociais  ou  povos,  afetados,  direta  ou  indiretamente,  pelas unidades de conservação, sobretudo os categorizados como populações tradicionais. O objetivo  principal  é  demonstrar  como  o  Sistema  Nacional  de  Unidades  de  Conservação,  documento legal, aprovado em 2000, operou como um acordo entre as duas posições, mas que os embates persistem.

Publicado
2011-09-03
Seção
GT3 – Conflitos socioambientais, desenvolvimento sustentável e gestão ambiental