Identidade Juvenil em redes de sociabilidade “republicano”- universitárias. Pesquisadora versus nativa / nativa versus pesquisadora: um diálogo amigável

  • Manuela Vieira Blanc
  • Carine Lavrador de Farias

Resumo

Este trabalho se propõe a remontar os resultados obtidos numa dissertação de mestrado sobre identidade juvenil a partir de uma perspectiva dialógica entre as autoras deste artigo, àquela época pesquisadora e informante de pesquisa (primeira e segunda autora, respectivamente). A metodologia utilizada envolveu a observação participante entre um grupo de universitários moradores de repúblicas estudantis e a realização de entrevistas   semi-estruturadas   com   alguns   dos integrantes de  uma ampla rede de relações. Objeto de pesquisa da dissertação, o processo de construção de identidade juvenis, tendo como referenciais a moradia coletiva e o pertencimento institucional, são aqui repensados a partir da relação entre pesquisadora e “nativa”, hoje ambas graduadas em ciências sociais e estudiosas das questões juvenis.

Seção
GT 8 – Redes e estilos de sociabilidades urbanas juvenis: conflito e comprometimento