Medo, controle e segregação espacial: reflexões sobre a configuração urbana da cidade de São Paulo no atual estágio da modernidade

  • Debora Regina Pastana

Resumo

Esta proposta intenta apresentar resultados de uma pesquisa já concluída que analisou algumas dinâmicas sociais recentes da cidade de São Paulo relacionadas ao medo da violência e adequadas ao novo contexto liberal. O intuito desse estudo foi analisar a atual configuração espacial neste grande centro urbano nacional que, de forma simbólica, reflete um novo paradigma de segregação espacial. Trata-se, de pesquisa de campo cujos resultados permitiram identificar a existência de diferentes níveis de segregação espacial relacionados, em grande maioria, à fuga elitista na cidade de São Paulo.