CULTURAS POLÍTICAS E CONFLITOS SOCIAIS NO LIMIAR DA REPÚBLICA: A FABRICAÇÃO DO “CONSOLIDADOR DA REPÚBLICA”

Resumo

Esse artigo tem por objetivo analisar a construção da imagem de Floriano Peixoto enquanto “consolidador da República”, na primeira década republicana, como expressão de uma cultura política produzida naquele momento. Defendemos a ideia de que se trata de uma imagem que traduz o anseio pela configuração de novos líderes, que fossem condizentes com as demandas do novo regime político, em busca de afirmação. Além disso, defendemos que sua força simbólica foi tonificada pelos conflitos sociais e por seus desdobramentos.
Publicado
2017-11-15