O sonho de um tolstoiano: João Penteado e a Escola Moderna de São Paulo (1912-1919)

DOI:

https://doi.org/10.24305/cadecs.v3i2.13652

Resumo

Defensor do pacifismo e do internacionalismo da classe trabalhadora, João Penteado granjeou a admiração dos meios operários redigindo artigos e palestrando pelo interior de São Paulo. Assim, uma vez conduzido à direção da Escola Moderna, deu consequência às resoluções do Congresso Operário de 1906, recolhendo junto aos sindicatos os recursos necessários à manutenção do seu “ninho de liberdade”. Nesse sentido, tanto colaborou para que os organismos de classe ultrapassassem suas lutas mais imediatas quanto favoreceu a introdução da luta de classes no currículo escolar. Nessa perspectiva, os estudantes deveriam, conforme seus meios e suas necessidades, contribuir com o processo de emancipação da classe, desenvolvendo as habilidades necessárias ao florescimento de uma sociedade inspirada pelos princípios do mutualismo e da ação direta. Convicto de que adultos comprometidos com a coletividade resultam do ambiente vivenciado durante a infância, João Penteado insistiu na substituição da disciplina pelo livre acordo, envidando esforços para que cada estudante se tornasse o principal mestre de si.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CALLIMAQUE. "Hymne a Zeus". In: Les origines - réponses aux telchines - élégies - épigrammes - iambes et pièces lyriques - hécalé - hymnes. Paris: Les Belles Lettres, 2002.

HESIOD, HOMERIC HYMNS, EPIC CYCLE, HOMERICA. Translated by Hugh G. Evelyn-White. London: Loeb Classical Library, 2002.

HESIOD. "Shield of Heraclés". In: Homeric Hymns Epic Cycle Homerica. Translated by Hugh G. Evelyn-White. Cambridge: Harvard University Press, 2002.

HESÍODO. Teogonia: a origem dos deuses. Tradução de Jaa Torrano. São Paulo: Iluminuras, 2003.

HOMER. Iliad. Translated by A. T. Murray. London: Harvard University Press, 2003.

HOMÈRE. Hymnes; texte établi et traduit par Jean Humbert. Paris : Les Belles Lettres, 1936.

HOMERO. Ilíada. Tradução Carlos Alberto Nunes. Rio de Janeiro: Ediouro, 2001.

________ Odyssey. Translated by A. T. Murray. London: Harvard University Press, 2002.

________ Odisseia. Tradução Carlos Alberto Nunes. Rio de Janeiro: Ediouro, 2001.

HYGIN. L'Astronomie. Texte établi et traduit par André Le Boeuffle. Paris: Les Belles Lettres, 2002, Liber II, 13,4.

VIRGILE. Énéide. Édition bilingue, traduction du latin de André Bellessort, texte établi par Henri Goelzer. 7e. éd. Paris: Les Belles Lettres, 1952 (2 v.).

VIRGILE. Énéide. Tome I, II, III. Texte établi et traduit par Jacques Perret. Paris: Les Belles Lettres, 2006.

VIRGÍLIO. Eneida; tradução de Tassilo Orpheu Spalding. São Paulo: Cultrix, 2002.

Downloads

Publicado

2016-07-23