Programa Bolsa Família como vetor de desenvolvimento municipal na região do Grande ABCD: um estudo de caso

Autores

  • Sandra Cruz Unifesp
  • Antônio Sérgio Carvalho Rocha Unifesp

DOI:

https://doi.org/10.47456/cadecs.v9i1.37151

Resumo

O Programa Bolsa Família (PBF) se transformou em instrumento de transferência de renda para os municípios ao longo dos anos, sob este aspecto, este estudo teve como objetivo analisar o impacto deste programa no âmbito econômico da região metropolitana do Grande ABCD (Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema), no período entre 2004 e 2018. A hipótese deste trabalho considera que a transferência de renda realizada através do PBF é capaz de gerar desenvolvimento econômico, fator analisado sob os aspectos de aplicação da teoria de Esping-Andersen. Para isso, utilizou-se como método de pesquisa análise documental a partir de avaliação de banco de dados e indicadores como Produto Interno Bruto Municipal, Renda per capita, Índice de Gini e Índice de Desenvolvimento Humano Municipal. Como resultado constatou-se crescimento dos indicadores supracitados, havendo impacto expressivo sobre a educação nestes municípios e, consequentemente, sobre o desenvolvimento local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Cruz, Unifesp

Doutoranda em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Antônio Sérgio Carvalho Rocha, Unifesp

Mestre, doutor e pós-doutor em Ciência Política (USP). Docente do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Downloads

Publicado

2021-12-15