LETRAMENTO SITUADO, TRAVESSIAS EM NARRATIVAS DOCENTES DA AMAZÔNIA PARAENSE

Autores

  • Júlia Maués

Resumo

Este artigo apresenta um recorte do processo de formação de leitura das professoras do Ensino Fundamental, de uma escola pública municipal do Bairro da Condor, periferia de Belém-Pará, reconstituído em narrativas orais, a fim de contribuir para o entendimento do letramento como prática social situada. Mostra o estabelecimento dos processos de formação de leitura e as dificuldades das professoras em reconhecer os saberes da cultura local como objetos de ensino. A problematização e a análise são subsidiadas pelo enfoque dos Estudos dos Letramentos, Street (1984, 2003), Kleiman (1995), aliado à teoria da prática bourdieusiana, reinterpretada por Bernard Lahire ([1998] 2000).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2014-02-07

Edição

Seção

Artigos