CONSEQUÊNCIAS FONÉTICO-FONOLÓGICAS DO CONTATO ENTRE O DIALETO VÊNETO E O PORTUGUÊS EM ALFREDO CHAVES, ESPÍRITO SANTO

Autores

  • Katiuscia Sartori Silva Cominotti
  • Edenize Ponzo Peres

Resumo

O município de Alfredo Chaves, no Espírito Santo, tem predominantemente uma população rural. No século XIX, recebeu 396 imigrantes italianos originários do Vêneto, que o colonizou e marcou sua língua e sua cultura.  Assim, este artigo, que traz resultados parciais de uma pesquisa em andamento, tem como objetivo analisar a influência do dialeto vêneto no português falado atualmente pelos descendentes de italianos de São Bento de Urânia, interior de Alfredo Chaves. Formamos um banco de dados de fala dessa comunidade, de acordo com o gênero/sexo, idade e nível de escolaridade. Os dados foram analisados quantitativa e qualitativamente com base nos pressupostos teóricos da Sociolinguística Variacionista (LABOV, 2008 [1972]). Os resultados mostram uma notável influência do dialeto vêneto na comunidade: a pronúncia do fonema / r /.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-02-07

Edição

Seção

Artigos