Fundamentos sócio-históricos da “questão social” e sua particularidade na formação social brasileira

Autores

  • Paloma Rávylla de Miranda Lima
  • Jordeana Davi Pereira

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar uma síntese dos componentes que fundam sócio-historicamente a “questão social” como fenômeno tipicamente capitalista e fator essencial para se compreender o pauperismo da sociedade burguesa; assim como elenca alguns determinantes da “questão social” na particularidade brasileira, a fim de aproximar o debate à uma realidade diversa àquelas estudadas pela literatura marxiana como os casos considerados “clássicos”. Utiliza-se de fontes bibliográficas para a análise, que se dará por meio de aproximações sucessivas, com base numa perspectiva de caráter histórico-dialético, que tem na contradição e na totalidade princípios que buscam desvendar a essência do fenômeno em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-08

Edição

Seção

Comunicações Orais - Pobreza e desigualdades no capitalismo contemporâneo