A arte na perspectiva Marxista: resistências e conformismos em tempos de barbárie

Autores

  • Giovane Antonio Scherer

Resumo

O presente artigo analisa as possibilidades da arte, na perspectiva da tradição marxista, para o enfrentamento a um contexto onde aceleram-se processos convergentes à racionalidade neoliberal e neoconservadora na realidade brasileira. Analisa o contexto contemporâneo, onde a tríade neoliberalismo, neoconservadorismo e neofascismo acarreta na ampliação dos processos de fetichização do real, ampliando a necessidade de elementos que possam potencializar a reflexão crítica. A partir disso, demonstra as possibilidades e limites contidos na arte, no âmbito da sociedade do capital, na perspectiva do desocultamento do real e potencialização de processos sociais emancipatórios. Aponta-se a necessidade de ampliar a análise da arte, na perspectiva marxista, como contrapondo a racionalidade burguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-03

Edição

Seção

Mesa coordenada A arte como expressão de resistência diante da crise...