Trabalho, renda e infraestrutura: as reivindicações dos atingidos em torno das políticas de reparação

Autores

  • Euzeneia Carlos

Resumo

Apresenta as reivindicações coletivas dos atingidos pelo desastre-crime do Rio Doce nos municípios afetados no Espírito Santo, construídas processualmente através de implementação de tecnologia social de governança participativa “Com Rio Com Mar Opinião Popular” (CRCMOP), ao longo de dois anos (2018-2019). O estudo enfoca as demandas priorizadas no tema Trabalho, Renda e Infraestrutura. O estudo aponta uma grave violação aos direitos humanos: a perda do ofício e o comprometimento das atividades de sustentação econômica, como pesca, turismo e agricultura. A execução dos programas socioeconômicos pela Renova, previsto pelo TTAC, tem sido marcada pela morosidade, funcionamento precário e não resolutividade, relegando as populações ao abandono social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-03

Edição

Seção

Mesa coordenada Reparação de danos do desastre-crime da barragem da Samarco S/A