Saúde, reconhecimento e indenizações: as reivindicações dos atingidos em torno das políticas de reparação

Autores

  • Marta Zorzal e Silva
  • Maria do Carmo Albuquerque
  • Monika Dowbor
  • Monnique Greice Malta Cardoso

Resumo

O artigo discute resultados de pesquisa-ação que buscou articular dois objetivos. O primeiro voltado à disseminação de conhecimentos para dar suporte à discussão dos impactos do desastre-crime sobre o meio ambiente, a saúde, a economia e as condições de trabalho da população atingida. O segundo visou estimular as comunidades, selecionadas pela pesquisa, a avaliar os efeitos dos múltiplos danos para formular demandas com alternativas de soluções dos mesmos. A metodologia consistiu na realização de oficinas de capacitação com lideranças comunidades que se tornaram multiplicadores em seus territórios, onde foram formuladas demandas, depositadas em urnas, e realizadas votações cumulativas durante dois anos (2018-2019). Como resultado foram obtidos quase 24.000 votos, em cerca de 500 diferentes reivindicações, as quais foram aglutinadas por semelhança. Deste processo sobressaíram quatro temas prioritários: Trabalho, renda e infraestrutura, Água e meio ambiente, Saúde, Reconhecimento e Indenizações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-03

Edição

Seção

Mesa coordenada Reparação de danos do desastre-crime da barragem da Samarco S/A